Pesquisar este blog

domingo, 27 de novembro de 2011

v.a. - III Festival da Música Popular Brasileira (1967)

Disco reúne cast da Chantecler interpretando as finalistas do III Festival de MPB

Você já imaginou Reginaldo Rossi interpretando Gilberto Gil? Pois este álbum, lançado em 1967 pela Chantecler, traz o pernambucano cantando "Domingo no parque", música que revelou Gil durante a realização, pela TV Record, do III Festival da Música Popular Brasileira em outubro de 1967 em São Paulo. Os anos 60 foram marcados pelos grandes festivais de MPB. Posso estar enganado, mas esta terceira edição foi, na minha opinião, a mais marcante entre todas, pois também revelou Caetano Veloso e Os Mutantes, e ainda contou com Roberto Carlos entre os intérpretes. Além disso, o evento foi palco da mais inusitada cena da MPB, protagonizada pelo cantor e compositor Sérgio Ricardo. Ele, inconformado e nervoso pela estrondosa vaia da plateia, interrompeu a música, ofendeu o público, quebrou o violão e o atirou no auditório. Hoje, ao ouvir "Beto bom de bola", a gente precisa admitir que as vaias foram injustas, pois a música de Sérgio Ricardo não é ruim.

Este terceiro festival, que consagrou "Ponteio" como a grande vitoriosa, conseguiu parar o Brasil e obteve recorde absoluto de audiência. As gravadoras, atentas ao interesse do público, não perderam tempo, e mesmo sem contar com os intérpretes originais do festival, recrutaram seu cast para regravar as músicas do certame. Foi neste contexto que a Chantecler lançou este disco que passou despercebido do grande público. Engana-se, porém, quem pensa que se trata apenas de uma produção caça-níqueis, feita sem o devido cuidado. A gravadora escalou quatro arranjadores - talvez pela pressa para colocá-lo no mercado - na produção, entre eles o maestro Damiano Cozzella, que se notabilizou pelo arranjo e direção musical do emblemático disco psicodélico de Ronnie Von - aquele de 1969 que traz "Silvia: 20 horas, domingo" no repertório.

Alguns intérpretes no disco são desconhecidos do grande público, mas não fazem feio diante das gravações originais, como Mariana Porto de Aragão na belíssima "Bom dia", Maria Helena e Marcelo Duran em "A estrada e o violeiro", e a hoje veterana Nalva Aguiar em "O cantador", música que deu a Elis Regina o prêmio de melhor intérprete do festival. Reginaldo Rossi, em início de carreira, merece destaque, assim como Roberto Barreiros na regravação de "Maria, carnaval e cinzas", defendida originalmente por Roberto Carlos. Enfim, é um disco que merece ser ouvido na íntegra. Confira:

01 - Joelma e Carlos Cezar - Ponteio
..... (Edu Lobo - Capinam)
02 - Mariana Porto de Aragão - Bom dia
..... (Nana Caymmi - Gilberto Gil)
03 - José Augusto - Roda viva
..... (Chico Buarque de Hollanda)
04 - Maria Helena e Marcelo Duran - A estrada e o violeiro
..... (Sidney Miller)
05 - Nalva Aguiar - O cantador
..... (Dori Caymmi - Edson Motta)
06 - Simoney - Samba de Maria
..... (Francis Hime - Vinicius de Moraes)
07 - Rosa Miyake - Uma dúzia de rosas
..... (Carlos Imperial)
08 - Reginaldo Rossi - Domingo no parque
..... (Gilberto Gil)
09 - Toni Ricardo - Alegria, alegria
..... (Caetano Veloso)
10 - Edmundo Damatta - De como um homem perdeu o seu cavalo e continuou andando
..... (Geraldo Vandré - Hilton Accioly)
11 - José Augusto - Gabriela
..... (Maranhão)
12 - Roberto Barreiros - Maria, carnaval e cinzas
..... (Luiz Carlos Paraná)
13 - Marcelo Duran - Beto bom de bola
..... (Sérgio Ricardo)
14 - Giane - Volta amanhã
..... (Fernando César - Maria Brito)

ARRANJADORES:

Jacques Sandi (faixas 2, 4, 7, 8, 12, 13 e 14)
Damiano Cozzella (faixas 1,3 e 9)
Willy Join (faixas 10 e 11)
Edmundo Côrtes (faixas 5 e 6)

REGÊNCIA MUSICAL:

Jacques Sandi

2 comentários:

  1. http://www.4shared.com/file/o675-0eb/133_-_IIIFMPB.html

    ResponderExcluir
  2. Parabéns há tempos estou a procura deste disco.
    Obrigado.

    ResponderExcluir