Pesquisar este blog

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Cleide Alves: Canção de nós dois (1970)

Música que dá título ao último LP da Cleide Alves foi composta por Vinicius de Moraes

O segundo e último LP da Cleide Alves, lançado em 1970 pela RCA Victor, mostra que a cantora estava empenhada em evoluir musicalmente. O primeiro indício está no repertório, sem nenhuma versão, e com autores nacionais. A música que dá título ao disco “Canção de nós dois” é uma composição do poeta Vinicius de Moraes. Outro indício de evolução está nos arranjos bem elaborados e na variedade de estilo que passa pela marcha-rancho, psicodelia e country music. O disco não teve a divulgação necessária, passou despercebido e se tornou uma raridade.

Um dos destaques é a música “Tenho minhas razões”, uma rara composição da dupla Rossini Pinto, cantor e compositor de grandes sucessos do repertório da Jovem Guarda, e Roberto Carlos. O rei, aliás, esteve presente desde o início da carreira da cantora, pois ambos participavam dos programas do Carlos Imperial no Rio. Cleide começou a carreira na época em que a Bossa Nova ganhava terreno sobre a fase inicial do rock, e se afastou do disco justamente no período em que iniciaria a febre provocada pela Jovem Guarda. O último disco da primeira fase foi o LP produzido por Roberto Carlos em 1964. Só retomou a carreira em 1968, quando o movimento perdia espaço para a Tropicália.

Na reportagem da revista Sétimo Céu (veja ao lado), a cantora revela que se afastou por “problemas familiares” e anuncia o lançamento do single “Você não serve para ser meu namorado”, com “Não me diga adeus agora” no lado B, que teria vendido 8 mil cópias na primeira semana. O grande sucesso viria ainda em 1968 com a música “Nunca amei um homem igual a você”, de Cláudio Fontana, lançado no final do ano em single com “Meus dois namorados”, de Luiz Ayrão e Ernesto Escudeiro, na outra face.

O fato é que, depois deste LP, a cantora se afastou definitivamente do meio artístico. Só retornou em 1985 para participar, a convite de Roberto Carlos, do seu especial de fim de ano “Jovens tardes de domingo”, programa que reuniu os principais nomes da Jovem Guarda. Dez anos depois, para comemorar os 30 anos do movimento, Cleide Alves voltou ao estúdio para gravar “Estúpido cupido”, sucesso de Celly Campello, para a série de cinco CDs, produzida por Márcio, de Os Vips.

01. Você já teve a sua chance
(Getúlio Cortes)
02. Devagar, quase parando
(Fábio – Paulo Imperial)
03. Quero somente o seu amor
(Edil Junior)
04. Se eu fosse dona de você
(Luiz Keller)
05. Tim-tim por tim-tim
(Odair José – Rossini Pinto)
06. Depois da ladainha
(Othon Russo – Niquinho)
07. Eu faço parte de você
(Pedro Paulo)
08. O que você fez
(Elizabeth Sanchez)
09. Canção de nós dois
(Vinicius de Moraes)
10. O mundo que sonhei
(Sidney Quintela)
11. Promessinha
(Carlos Pedro)
13. Tenho minhas razões
(Roberto Carlos – Rossini Pinto)

Download aqui

4 comentários:

  1. amigo, o que devo fazer para baixar o disco da
    cleide alves: canção de nós dois....pois eu
    copiei e colei no jdowloader. mas deu offline.

    meu email: eliezersousa.som@gmail.com

    tenho pra voce um disco muito raro do
    marcos roberto 1970

    ResponderExcluir
  2. Novo link:

    http://www67.zippyshare.com/v/26730120/file.html

    ResponderExcluir
  3. Quero baixar esse disco da Cleide Alves de 1970 e não consigo. Alguém poderia me ajudar? Meu email: ludairbronde2@.bol.com.br

    ResponderExcluir