Pesquisar este blog

terça-feira, 6 de março de 2012

Biriba Boys - Alegria! Alegria! (LP Mocambo - 1967)

Grupo Biriba Boys animou muitos bailes ao longo dos anos 1950, 1960 e início dos 1970

Aqui está um disco do grupo Biriba Boys, lançado em 1967 pelo selo Mocambo/Rozemblit, com repertório formado por hits da época e pelo menos uma autoral: "Nem vem", composta por Sérgio Weiss, maestro e pianista reponsável pela formação da banda nos anos 1950, mais precisamente no salão do Clube de Tênis de São José dos Campos, interior de São Paulo. O conjunto atuou ao longo dos anos 50, 60 e início dos 70, quando ainda os bailes de clube eram a grande atração dos finais de semana. As fotos que ilustram a postagem foram criadas exclusivamente para o blog, sendo que as imagens originais do álbum - danificadas pelo tempo - se encontram na pasta. Na contracapa, há a informação que os Biriba Boys eram um dos mais famosos grupos de dança do eixo Rio - São Paulo, e destaca: "Este disco foi feito para você dançar! Som de baile em sua casa! Novo som! Novo balanço!"

Trata-se, na verdade, de um disco essencialmente instrumental, apesar de destacar o vocalista Jorge Rodrigues na faixa "Deixa quem quiser falar" e a participação do grupo vocal Brasília Modern Six em parte do repertório. Fiz uma pesquisa na rede para encontrar mais informações sobre a banda, e me deparei com discos do grupo lançados pela Chantecler, RCA Victor, Musidisc e Mocambo/Rozemblit. O legal é que não encontrei este disco disponível em nenhum blog. Pelo repertório desses álbuns, nota-se que, como conjunto para bailes, eles tocavam o que era sucesso e se reciclavam conforme às mudanças e estilos do momento. Ao longo do tempo eles passaram por mambos, chá-cha-chá, boleros, sambas, rock’n'roll… pela Bossa Nova e Jovem Guarda.

O presente disco não traz os nomes dos componentes, mas no álbum de 1965, intitulado "Biribalanço", constam Wilson Benedetti (Sax tenor, Clarinete), J. B. Alves (Pistom), Sidney Jacobino (Guitarra), Domingos Machado (órgão), Tião Santos (Contrabaixo), Fernando Costa (Bateria), Olavo Batista (Voz), Roberto Friggi (Ritmo) e Jurandir Pereira (Ritmo). O nome do fundador da banda, Sérgio Weiss, não consta no disco de 1965, mas aparece na ficha técnica deste álbum como o responsável pela supervisão. Provavelmente o grupo passou por muitos integrantes ao longo de sua jornada, pois o vocalista deste "Alegria! Alegria!" é o músico Jorge Rodrigues. Sabe-se que um dos "biribas" foi o cantor Luiz Antonio, que também integrou os grupos Som Okey e Pigalle, sendo que nos anos 1970 formou a dupla Les Étoiles na França com o cantor Rolando (ex-Ronnie & Central do Brasil), onde travestiram-se e emplumaram-se, gravando alguns discos. Confira o post:

01 - Trevo de quatro folhas
..... (Dixon - Woods - vs: Nilo Sérgio)
02 - Georgy girl
..... (Springfield - Dale)
03 - Something stupid
..... (Carson Parks)
04 - Deixa quem quiser falar
..... (Wilson Simonal - Nonato Buzar)
05 - Nossa canção
..... (Luiz Ayrão)
06 - Coragem
..... (Milton Nascimento)
07 - Ain't gonna lie
..... (T. Powers- C.Fishoff)
08 - Happy together
..... (Bonner - Gordon)
09 - Imenso amor
..... (Renato Corrêa - Wanderléa)
10 - Sunny
..... (Bobby Hebb)
11 - In un fiore
..... (Mogol - Donida)
12 - Nem vem
..... (Sérgio Weiss)

FICHA TÉCNICA

Produção - José Mauro Pires
Supervisão - Sérgio Weiss
Arranjos - William Miranda Yara (Palito)
Vocalista - Jorge Rodrigues
Grupo vocal - Brasília Modern Six

4 comentários:

  1. http://www.4shared.com/rar/WCowMXKh/219_-_BBoys.html

    ResponderExcluir
  2. Fico muito feliz , por participar , mande um alô para joão barros Ycoaraci Belém PA

    ResponderExcluir
  3. pela primeira vez que estou participando estou gostando de Montão
    abraÇos João pereira Belém Pa

    ResponderExcluir
  4. Sou a filha mais velha de João Batista Alves, meu pai faleceu em 1991 e tocava piston. Temos em casa, muitas fotos dos bailes e de gravações em TV. A música sempre fez parte de minha vida. Tenho fotos do Luis Antonio, quando no Le Êtolies, ainda me lembro quando uma carta internacional chegou em casa com uma carta e fotos dele todo travestido e com as unha grande e pintadas. Agora só lembranças...

    ResponderExcluir