Pesquisar este blog

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Albert Pavão - Compacto simples Chantecler (1966)

Albert Pavão, um dos pioneiros do rock, lança livro sobre a 1ª década do rock nacional

Amanhã, sábado, 3 de dezembro, a partir das 12h00, será o dia de lançamento da segunda edição do livro "Rock Brasileiro - 1955-1965, ampliada e atualizada, do Albert Pavão, no Restaurante Ed Carnes, instalado na Rua Teodoreto Souto, 292, no Cambuci, em São Paulo. O estabelecimento, para quem não sabe, é de propriedade do cantor Ed Carlos, ídolo da Jovem Guarda. A obra resgata a história dos 10 primeiros anos do rock tupiniquim e contempla o leitor com vasta discografia da época, tornando o livro indispensável documento para pesquisa. Aproveitando o momento, achei interessante fazer esta chamada com a postagem deste compacto simples do cantor e compositor lançado em 1966 pela Chantecler.
O destaque é a música "Tio Patinhas", gravada com acompanhamento da banda Os Lunáticos e excluída do CD "Antologia do rock e da Jovem Guarda", da Bruno Discos, que reune sua obra e se encontra disponível para download no excelente blog Anos Dourados, do amigo Dom Diego. O lado 2 do compacto traz "Garota quadrada", com acompanhamento do The Jet Black's.

O paulista Albert Pavão, filho do maestro Teotônio Pavão e irmão da Meire Pavão, é um dos pioneiros do rock brasileiro. Gravou o seu primeiro disco, um 78 RPM do selo Mocambo em 1962, com as músicas "Tu e eu" e "Move it" (originalmente gravada por Cliff Richard), ambas com acompanhamento do grupo instrumental The Hits. O compacto assinalou a participação de grupos musicais jovens no acompanhamento, até então feito por orquestras e músicos de estúdio. É dele a clássica versão de 'Vigésimo Andar' (Twenty Flight Rock, de Eddie Cochran), arranjada pelo maestro Rogério Duprat. Lançada em 1963, com 'Sobre Um Rio Tão Calmo' (Lazy River), no lado B do 78 RPM, a música fez grande sucesso nas rádios paulistanas. Além de gravar, Albert Pavão apresentou-se por todo o Brasil promovendo o rock and roll e afirmando-se como um dos roqueiros mais radicais de sua geração.

01 - Tio Patinhas (com Os Lunáticos)
..... (Albert Pavão)

02 - Garota quadrada (com The Jet Black's)
..... (Albert Pavão)

Um comentário: