Pesquisar este blog

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Pioneiros do rock brasileiro cantam em inglês

Coletânea neste Dia Mundial do Rock homenageia primeiros cantores do gênero no País

Já citei na postagem anterior que hoje, 13 de julho, é comemorado o Dia Mundial do Rock. Pensei em algo específico para postar. Concluí que o ideal seria homenagear os pioneiros do rock brasileiro. Mas quais músicas deveria postar? Afinal, já reuni 125 canções da época na série de cinco volumes intitulada “No tempo das 78 RPM”. A solução foi selecionar os pioneiros que gravaram em inglês, idioma responsável pelo surgimento do ritmo que gerou inúmeras ramificações, como o twist, rockabilly, punk, hard rock, heavy metal e outras. Felizmente, não faltou material para selecionar 30 registros musicais. Há duas explicações:

Primeira: não tive a preocupação de privilegiar raridades. Se adotasse esse critério eu deixaria de fora nomes que considero importantes da fase inicial do rock tupiniquim, como Celly Campello, Ronnie Cord, Demétrius, Sérgio Murilo e Tony Campello. Segunda: era comum na época, provavelmente por modismo ou falta de rock genuinamente nacional, gravar em inglês. Muitos cantores, inclusive, nem dominavam o idioma, e decoravam a sonoridade das palavras que ouviam. Um exemplo é a excelente Leny Eversong, lamentavelmente esquecida do grande público, mas que não falava inglês. Reza a lenda que, além de voz privilegiada, tinha bom ouvido para decorar. Chegou a gravar e se apresentar nos Estados Unidos. Muitos achavam que a cantora era americana. Trata-se de uma exceção, pois o sotaque é algo difícil de driblar, mesmo para quem fala inglês.

Vamos agora falar um pouco sobre a comemoração do Dia Mundial do Rock. A primeira pergunta que se faz é: por que 13 de julho? A data, instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU), é comemorada como uma homenagem ao megaespetáculo “Live Aid”, criado a fim de arrecadar fundos para combater a fome na África, especialmente na Etiópia. O show, organizado por Bob Geldof, vocalista da banda Boomtown Rats, reuniu os nomes mais importantes do rock mundial e foi realizado simultaneamente em Londres, na Inglaterra, e na Filadélfia, nos Estados Unidos nesta mesma data, em 1985. O espetáculo contou com a presença de artistas como The Who, Status Quo, Led Zeppelin, Dire Straits, Madonna, Queen, Joan Baez, David Bowie, BB King, Mick Jagger, Sting, Scorpions, U2, Paul McCartney, Phil Collins (que tocou nos dois lugares), Eric Clapton e Black Sabbath, entre outros. O show foi transmitido ao vivo pela BBC para diversos países e abriu os olhos do mundo para a miséria no continente africano.

O rock, que inicialmente foi marginalizado, finalmente mostrou que é capaz de somar esforços por causa nobre. Vale lembrar que 1985 foi também o ano do lançamento de "We Are the World", canção gravada pelos maiores nomes da música e lançada em LP, com o mesmo objetivo de arrecadação de fundos para o combate contra a fome na África. O movimento inspirou ações semelhantes pelos quatro cantos do mundo. No Brasil não foi diferente. Alguém se lembra do Projeto Nordeste Já? Pois este foi o título de um single gravado também em 1985 com o objetivo de angariar fundos para a população carente do Nordeste do país, castigado por uma forte seca. Lembro-me que comprei na Caixa Econômica Federal o meu compacto simples com as canções "Chega de Mágoa" e "Seca d´Água".

Além deste projeto, também em 1985, foi lançado o compacto simples da Hermanos, fundação filantrópica criada para ajudar a infância da América Latina, com a participação de 50 artistas da região, entre as quais os brasileiros Roberto Carlos, Gal Costa, Simone e Sérgio Mendes. Este single foi postado no domingo passado aqui no blog. Assim, se algum dia me perguntarem qual foi o ano do século passado que considero como o da Solidariedade, eu não terei dúvida de responder 1985 pelos motivos expostos.

Ufa! Acho que escrevi demais, mas antes de encerrar quero desejar um feliz Dia Mundial do Rock para todos com a nostalgia dos anos dourados. Quer coisa melhor?

01 - 1962 - Albert Pavão - Move it
02 - 1960 - Ronnie Cord - Jailhouse rock
03 - 1957 - Leny Eversong - Kisses
04 - 1960 - Sérgio Murilo - Shimmy, Shimmy, Ko-Ko-Bop
05 - 1962 - George Freedman – Multiplication
06 - 1961 - Celly Campello - Little devil
07 - 1958 - Cauby Peixoto - I go (Maracangalha)
08 - 1959 - Golden Boys - Mister Lee
09 - 1958 - Lana Bittencourt - Little darling
10 - 1962 - Reynaldo Rayol - The peppermint twist
11 - 1961 - Tony Campello - Yes Sir, That´s My Baby
12 - 1960 - Sonia Delfino – Oh Carol
13 - 1962 - Cy Manifold - The loco-motion
14 - 1959 - Wilson Miranda - Ain't That a Shame
15 - 1955 - Nora Ney - Rock around the clock
16 - 1957 - George Green - Little George
17 - 1958 - Os Cariocas – Silhouettes
18 - 1959 - Nilza Miranda - Mirror mirror
19 - 1961 - Demétrius - Let's think about living
20 - 1961 - Danny Dallas - Mary Lou
21 - 1960 - Elza Ribeiro - Johnny Kiss
22 - 1961 - Nick Savoia - Baby Face
23 - 1962 - Galli Junior - What'd I say
24 - 1960 - Valéria & Steve Bernard - Adam and Eve
25 - 1958 - Décio Cardoso - Lover lover
26 - 1958 - Carlos Costa - You send me
27 - 1962 - Jimmy Cruz - Twist for you
28 - 1962 - Roberto Carreira & The Vocalists - The only way to love
29 - 1960 - Paulo Silvino - Let's rock together
30 - 1958 - Décio Cardoso - The secret

Download aqui

4 comentários:

  1. Uma correção. Madonna não é roqueira.

    ResponderExcluir
  2. Novo link:

    http://kiwi6.com/file/8xaj5953i6

    ResponderExcluir
  3. Este disco é excelente. Chico, vc é um anjo, um benfeitor da humanidade, alguem que sabe unir cultura + internet. Muito obrigado!

    ResponderExcluir

  4. Novo link:

    http://minhateca.com.br/sintoniamusikal/84+-+EIR,1059500078.rar(archive)

    ResponderExcluir